Na casa de número 555, localizada na Rua José de Alencar, na Vila Torres Galvão, funciona uma cooperativa de mulheres. Um espaço feito de sonhos e expectativas. No local, dez mães de famílias que resolveram mudar de vida e montaram seu próprio negócio, através do Programa “Lugar de Mulher é na Qualificação Profissional, da Secretaria Executiva de Políticas para as Mulheres do Paulista.

As mulheres que participaram do grupo produtivo Moda Praia e Lingerie criaram a Cooperativa Dez Lírios e estão produzindo produtos como biquíni, maiô, saída de praia e roupas íntimas através das máquinas de costura e insumos que receberam da gestão municipal. Antes disso, as alunas tiveram assessoria técnica para negócios e aulas práticas sobre como abrir um empreendimento, durante cinco meses de curso.

 “O trabalho está me motivando. Estou com mais esperança e expectativa de crescimento profissional não só para mim, mas também para as minhas companheiras. Estamos bem empenhadas. A cooperativa mudou totalmente a vida da gente bem radical e para cima”, disse Gilvaneide Souto Maior, coordenadora da Cooperativa.

Já em Arthur Lundgren I, as mulheres dos grupos produtivos Cama, Mesa e Banho e Lona Crua adquiriram material como tecidos, linhas e máquina de costura, além de impressoras e computadores para iniciarem sua pequena empresa.

Márcia Américo, 51 anos, desempregada há seis anos, vislumbrou na cooperativa uma oportunidade de inserção no mercado de trabalho. “ Estava em casa sem fazer nada e sofria de depressão. Agora estou mais animada e ativa. Vou conquistar minha independência com a venda dos produtos feitos por mim”, enfatizou.

O Programa “Lugar de Mulher é na Qualificação Profissional” é uma iniciativa que visa o empreendedorismo e qualificação para as mulheres do Paulista. O objetivo é garantir a inclusão do público feminino, que se encontra em situação de vulnerabilidade social no mercado de trabalho. A ação, que tem apoio do governo federal realiza o assessoramento desde a criação até o fornecimento dos equipamentos necessários para a montagem de uma microempresa. 

Fonte: Prefeitura do Paulista

Comentários

comentários