Estado diz que vai descontar dias paradosA Secretaria de Educação do estado comunicou ontem que os professores da rede estadual que continuarem com a paralisação vão ter descontados os dias parados. Para o presidente do Sintepe, Heleno Araújo, a atitude do governo é arbitrária e põe em risco a carga horária de 800 horas/aula a que os alunos têm direito. “Temos um compromisso com os estudantes de que eles não perderão o conteúdo não visto nesses três dias de paralisação. Se o governo concretizar essa ameaça quem vai sair prejudicado são os alunos, pois não vamos trabalhar de graça”. O movimento de greve é nacional e começou na última quarta com previsão de acabar hoje. A pauta de reivindicações da categoria foi entregue e os professores aguardam a reunião com o governo ainda este mês.

Fonte: Diário de Pernambuco