Foliões resistentes podem aproveitar o final de semana com muita festa de pós-Carnaval na Região Metropolitana do Recife e no Interior

Bloco Batendo a Biela

Além dos quatro dias oficiais de folia, Pernambuco tem pós-Carnaval para folião nenhum colocar defeito. Ainda no clima de festa, há muito bloco que sai neste final de semana para alegria dos brincantes. Na lista está o Camburão da Alegria, que faz 26 anos, e ganha as ruas de Olinda neste domingo (10). Mas há blocos de ressaca também em Paulista, Igarassu e Recife. Outro destaque é a programação em Surubim, que tradicionalmente inicia sua festa na sexta-feira (8) pós-reinado oficial de Momo, seguindo até este domingo.

Olinda

Pelo terceiro ano consecutivo o Camburão fará seu desfile em Olinda com concentração na praça 12 de Março, na avenida Getúlio Vargas, a partir das 12h, deste domingo (10). Criado por policiais militares que não conseguiam brincar o Carnaval, o Camburão iniciou sua trajetória em Boa Viagem e também já fez o percurso do Galo.

A agremiação reunirá pelo menos sete trios elétricos com atrações como as bandas Luará, Marcia Samppaio, Marquinho Balada e Banda Êxtase. Uma atração nacional, a banda Timbalada, que era promessa desse ano, foi cancelada. O presidente do Camburão, sargento Jair Ferreira dos Santos, explicou que uma produtora que estava articulando a vinda da atração baiana quebrou o contrato e o bloco esta acionando medidas legais.

“Infelizmente isso aconteceu, mas teremos, mesmo assim, um ótimo desfile. Afinal, quem faz o bloco não é a Timbalada, mas é o povo e sua animação”, disse. Jair estima que cerca de 200 mil pessoas acompanhem a passagem do Camburão. A agremiação renderá homenagens ao tenente Lupércio (presidente da Associação dos Militares da Reserva), ao carnavalesco Antônio Correia Martins e ao apresentador Hugo Esteves.

Além disso, o Camburão, aproveitando o Dia Internacional da Mulher – celebrado na última sexta-feira (8)- levará uma mensagem de paz para elas. “O bloco vai para a avenida lembrando que em mulher não se bate nem com uma flor. Não pode haver violência e nem assédio”, reforçou. Em Olinda, além do Camburão, haverá no sábado (09) o desfile do bloco Porquê parou?, às 16h, com saída no Largo do Amparo.

Paulista

Há Carnaval também Paulista. Entre sábado (9) e domingo (10), 14 blocos garantem a festa. Entre eles o Batendo a Biela, que tem saída neste sábado. A agremiação concentra as 15h na avenida Presidente Tancredo Neves, no Jardim Paulista Baixo, e desfila às 17h. “Estamos fazendo três anos. Tudo começou como uma brincadeira de amigos que trabalham em uma loja de autopeças. Saímos juntando todo mundo, de mecânico a vendedor e colocamos preço em camisas para fazer o bloco. No primeiro ano foram 500 pessoas e saímos com uma orquestra de frevo. Ano passado, foram mais de quatro mil pessoas e saímos com um trio elétrico. Agora, a gente espera mais de seis mil pessoas”, contou um dos organizadores da agremiação, Alano Albuquerque.

Biela é uma peça importante no motor de carros que quando “bate” faz o veículo morrer. Expressões coloquiais usadas indicam que bater a biela é o mesmo que bater as botas, ir dessa para a melhor. Outros destaques na programação de sábado (9) no Paulista são os blocos: Arrocha Aqui, que desfila às 11h, na rua Osvaldo Pinto, no Janga; e a Troça Carnavalesca A Gaiola, que sai às 12h da rua 80, Maranguape I. No domingo (10) é a vez de Os Ressacados da Mirueira, TCM Buda em Folia e Bloco dos Feios.

Igarassu e Recife

A população também não quer se despedir do Carnaval em Igarassu. Neste domingo (10), tem o bloco Azulão que sairá de Cruz de Rebouças arrastando foliões ao som do brega, passinho e muito frevo. A festa, que arrasta uma multidão, será a partir das 14h, com a animação de trios elétricos e a presença das atrações Shevchenko e Elloco, Paulinha Lopes, banda É Massa, Amigas do Brega e Roberto Magno. A concentração será na Confraria dos Amigos.

Carnaval
Sargento Jair reforça que quem faz a alegria do Camburão são os foliões

No Recife, o bloco Corta pra 18 anima os foliões de Cajueiro também no domingo. O Centro Esportivo Santos Dumont, em Boa Viagem, zona Sul do Recife, terá das 8h30 às 17h, programações carnavalescas para encerrar com chave de ouro a festa de Momo. A festividade, promovida pela secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco, é aberta ao público.

Surubim

No Interior, o protagonismo da ressaca de Carnaval é de Surubim, onde a folia só começa na sexta-feira após a Quarta de Cinzas. Muito conhecida como a terra da vaquejada, a cidade é o celeiro de um dos maiores festejos carnavalescos do Estado. “A gente vive em um município multicultural. Somos da vaquejada, mas também somos a terra de grandes ilustres como Capiba, mestre consagrado de frevo pernambucano, e de Chacrinha, que foi um grande comunicador brasileiro”, afirmou o diretor de cultura de Surubim, Maurício Barbosa. Estas personalidades, que já foram homenageadas nas folias de 2017 e 2018, agora dão vez para a reverência aos 22 blocos de cultura popular que garantem a festa para os moradores e visitantes.

Carnaval
Em Surubim, a folia vai homenagear os 22 blocos culturais da cidade

Sobre o porquê de comemorar o Carnaval “atrasado”? “Isso começou faz mais de 30 anos com um grupo de amigos e que teve como destaque o cabeleireiro Mário Junior. Naquela época eles se intitularam de desfile das Virgens de Surubim. Isso foi crescendo e crescendo e virou polo da Fundarpe. Ai ficou denominado que o Carnaval de Pernambuco termina em Surubim”, contou Maurício Barbosa. Para este ano, os desfiles nos 2,5 km da avenida São Sebastião, no Centro da cidade, vão reunir mais de 15 trios elétricos nos três dias de festa. Neste sábado a folia terá polo infantil como Nave Moleka (16h), blocos líricos (19h) e a passagem de quatro trios. Às 20h, o palco Usina recebe a Orquestra Nill Frevo. Neste domingo, a animação começa às 14h, com cortejo cultural e mais 10 trios elétricos sendo um deles com a Banda Pinguim e a cantora Fafá de Belém. No palco usina a folia encerra com Noé da Ciranda e DJs, a parir das 16h.

Trânsito

Para o desfile do Camburão, em Olinda, as avenidas Sigismundo Gonçalves, Ministro Marcos Freire e Getúlio Vargas, além da Rua do Sol e Rua do Farol ficarão interditadas, das 6h às 19h, do domingo. As intervenções mudam o itinerário de 23 linhas de ônibus.

Fonte: FolhaPE

Comentários

comentários