Após denúncias anônimas, o Conselho Tutelar de Paulista, no Grande Recife, identificaram que uma menina de 12 anos vinha sendo estuprada. Um dos suspeitos é um homem de 25 anos que teria usado uma rede social para atrair a garota.

Segundo o Conselho, o suspeito marcava os encontros com a menina no horário em que a vítima deveria estar na escola. O primeiro estupro aconteceu no dia 13 de janeiro de 2018 e aconteceu outras sete vezes. Segundo o Conselho, a vítima também foi violentada por um jovem de 18 anos, no início do mê de abril. A mãe da menina só descobriu quando procurada por um conselheiro tutelar.

Investigação
A Policia Civil instaurou um inquérito para investigar o caso. Os dois suspeitos foram identificados. O Conselho Tutelar também pretende acionar o Ministério Público.

Fonte: TV Jornal

Comentários

comentários