O corpo do idoso de 80 anos, que morreu após ter a casa invadida e incendiada na última quarta-feira (21) em Paulista, no Grande Recife, permanece no Instituto de Medicina Legal (IML), no bairro de Santo Amaro, na área central do Recife. De acordo com a Secretaria de Defesa Social (SDS), o cadáver aguarda liberação de parentes, mas ninguém apareceu para realizar o procedimento.

José Cavalcante sofreu queimaduras de pequenas proporções nas costas e a causa da morte teria sido um infarto, no Hospital da Restauração (HR), no bairro do Derby, também na área central do Recife. A esposa dele, Francisca Marques, de 67 anos, também sofreu queimaduras de pequenas proporções em um dos braços e permanece internada no HR. Até o momento, nenhum suspeito de cometer o crime foi preso. A Delegacia de Homicídios de Paulista está investigando o caso.

O caso

Por volta de 1h, os criminosos invadiram a residência, que fica na Rua Alcino Ferreira da Paz, no Janga, e mandaram os dois idosos saírem do local. De acordo com as vítimas, em seguida, os suspeitos espalharam gasolina e atearam fogo no imóvel, que ficou completamente destruído. Após a fuga dos suspeitos e com medo de perder o que tinham, os idosos enfrentaram as chamas e entraram na casa para tentar recuperar documentos.

O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado, mas informou que a solicitação foi cancelada pouco tempo depois pelas próprias vítimas, porque populares haviam conseguido apagar o fogo. Segundo a PM, traficantes podem ter cometido o crime porque suspeitariam de que as vítimas tenham denunciado a comercialização de drogas na área.

Fonte: TV Jornal