Jiboia é entregue de forma voluntária no município de Paulista

A equipe da Secretaria Executiva de Meio Ambiente (Sema) do município de Paulista, na Região Metropolitana do Recife (RMR), recebeu, na manhã desta segunda-feira (7), a entrega voluntária de uma cobra da espécie jiboia. O animal, de cerca de dois anos de idade e 1,5 metro de comprimento, foi encontrado por moradores de Maranguape I, nas proximidades do Campo da Aviação.

De acordo com o assessor do Núcleo de Sustentabilidade Urbana (NSU) de Paulista, Herbert Andrade, a princípio, os moradores pretendiam matar a cobra por não saber para onde conduzi-la. “Essa jiboia muito provavelmente seria abatida. Foi aí que um agente da Guarda Municipal enxergou a situação e pediu para que o animal fosse conduzido até a sede da SEMA, localizada em Maranguape I”, contou Herbert.

Ainda de acordo com o servidor da Sema, o animal agora será conduzido ao Centro de Triagem de Animais Silvestres de Pernambuco (Cetas Tangara), na Guabiraba, Recife, onde passará por uma análise clínica. Caso tenha condições de voltar ao seu habitat natural, a cobra será prontamente reintegrada à natureza.

Os técnicos da Semana orientam à população que, caso você encontre algum animal silvestre em área urbana, deve enrar em contato com a equipe do Núcleo de Fiscalização Ambiental do município, através do telefone 3433-1311, de segunda a sexta, ligando para o 153, fone da Guarda Municipal, ou se dirigindo até o Centro Administrativo da prefeitura, localizada na Avenida Prefeito Geraldo Pinho Alves, 222, em Maranguape I (antiga Av. Brasil).

O meio ambiente e seus elementos são protegidos pela Lei nº 9.605 de 12 de fevereiro de 1998 (Lei de Crimes Ambientais), que determina as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente. Matar ou maltratar animal silvestre pode render até três anos de reclusão.

Fonte: DP

Comentários

comentários