Morto após ser espancado durante uma festa em Paulista, no Grande Recife, o jovem Matheus Cunha Chagas, de 21 anos, foi velado nesta terça-feira (10). Amigos e parentes do estudante de administração prestaram as últimas homenagens no Cemitério Parque das Flores, no bairro do Tejipió, Zona Oeste do Recife. O rapaz, que trabalhava em um cartório e era vocalista de uma banda, foi agredido por cerca de oito homens em frente a um parque aquático, na Praia de Maria Farinha, onde ocorria uma festa rave.

Relembre o caso

Um jovem de 21 anos morreu após ser espancado, na manhã desse domingo (8), na Praia de Maria Farinha, em Paulista, na Região Metropolitana do Recife. De acordo com a Polícia Civil, Matheus Cunha Chagas foi agredido em frente a um parque aquático, onde ocorria uma festa rave.

Ainda segundo a polícia, o jovem havia deixado a rave quando teria sido espancado por cerca de oito homens. O rapaz chegou a ser socorrido para um hospital particular do Recife, em coma, mas acabou não resistindo devido a gravidade dos ferimentos.

O caso está sendo investigado pela delegada Larissa Souza, da Delegacia de Homicídio de Paulista. A polícia pede ajuda a população para identificar os autores do crime.

O corpo do jovem foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML), no bairro de Santo Amaro, região central da capital.

Nota

Em nota, a produção do evento confirmou que houve uma discussão nas areias da praia próximo à propriedade em que se realizava o evento e afirmou que a equipe de segurança identificou um jovem ferido. “Embora o incidente tenha ocorrido fora do local do evento, a equipe médica do evento foi instada a prestar os primeiros socorros, estabilizando o jovem que foi removido ao pronto socorro mais próximo em uma das UTIs móveis existentes no local”, esclareceu.

Fonte: TV Jornal

 

Comentários

comentários