Segundo Compesa, serviço começa às 8h de terça (13) e segue até 8h de quinta (15), atingindo Olinda e parte de Paulista.

Uma obra em um sistema de abastecimento vai deixar 450 mil moradores de Olinda e de áreas de Paulista, no Grande Recife, sem água por 48 horas. A suspensão no serviço começa às 8h de terça-feira (13) e segue até as 8h de quinta-feira (15).

Serão atingidos todos os bairros de Olinda e as seguintes localidades de Paulista: Sítio Fragoso, Tabajara, Roseira, Jardim Paulista Alto e Baixo e Mirueira.

De acordo com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), o serviço será realizado para melhorar a operação da Adutora de Navarro. Ela pertence ao Sistema Botafogo e é responsável pelo atendimento de vários bairros das duas cidades.

Uma equipe de 25 profissionais vai realizar a intervenção, considerada de grande porte. As ações ocorrerão no bairro da Mirueira.

Está prevista a instalação de uma válvula na adutora, tubulação com 800 milímetros de diâmetro. Também serão feitas interligações para a substituição de um trecho de 300 metros dessa adutora.

A Compesa informou que investirá R$ 700 mil na aquisição de materiais e execução dos serviços. A companhia justificou que será preciso desligar a estação de bombeamento que leva a água tratada para o reservatório de Navarro. Com isso, os operários poderão executar o esvaziamento total da adutora e do reservatório.

Após a conclusão dos serviços, será retomada a operação do sistema. Só então, segundo a Compesa, terá início o processo de regularização do abastecimento das áreas afetadas. A normalização ocorrerá de acordo com o calendário de cada bairro.

Informações sobre o retorno do calendário de distribuição estarão disponíveis no atendimento da companhia. O telefone é 0800 081 0195.

De acordo com o gerente de produção da Compesa na Região Metropolitana do Recife, Euris Oliveira, esses serviços levarão melhorias ao sistema de abastecimento, por meio da redução de perdas, aumento da pressão da rede, além da ampliação do abastecimento.

Fonte: G1 Pernambuco

Comentários

comentários