Compesa vai aproveitar para realizar manutenção de equipamentos danificados pelo período chuvoso

A partir da próxima terça-feira (19), às 8h, a Compesa vai realizar uma intervenção no Sistema Botafogo por 48 horas. O município de Olinda e os bairros de Pau Amarelo, Janga e Maranguape, em Paulista ficarão sem abastecimento de água até às 8h da quinta-feira (12).  

Durante a parada, a Compesa vai executar serviços de manutenção em equipamentos e diversas unidades do sistema que passaram por algum tipo de avaria durante o inverno deste ano. Apesar da paralisação total do sistema durante esse período, a falta de água  ocorrerá apenas em algumas localidades dos quatro municípios – cujos dias de abastecimento (calendário) estão previstos para acontecer no período da  intervenção. Essas áreas correspondem a cerca de 27% da população atendida por Botafogo. 

A companhia vai realizar várias ações para corrigir os danos hidráulicos, elétricos e eletromecânicos provocados pelas fortes chuvas e ventos ocorridos nos meses de julho e agosto, e que podem comprometer a capacidade operacional do sistema e até o cumprimento dos calendários. As ações serão executadas em todo o sistema, como adutoras de grande porte e unidades de bombeamento (estações elevatórias). 

“Não temos outra alternativa, precisamos realizar os devidos reparos e melhorias o quanto antes, como substituir bombas hidráulicas por outras mais eficientes e recuperar o sistema elétrico danificado. Com essas medidas, estamos reafirmando nossa responsabilidade no atendimento à população, teremos um sistema melhor, com mais estabilidade e confiabilidade”, explica o gerente de Produção Metropolitana, Euris Oliveira. “A Compesa está agindo de forma proativa para melhorar o abastecimento nas áreas de Pau Amarelo, Janga e Maranguape, em Paulista, e na cidade de Olinda”, completa. Após a conclusão dos serviços, na quinta-feira, a distribuição de água será retomada de acordo com o calendário estabelecido para cada área.

 
Segue quadro com as localidades que terão o abastecimento de água afetado pela paralisação do Sistema Botafogo.
Fonte: DP