Segundo prefeitura, lote com 16 mil doses enviado pelo Ministério da Saúde não foi suficiente. Administração alegou dificuldade para comprar e embalar alimentos.

Prefeitura de Paulista, no Grande Recife

A prefeitura de Paulista, no Grande Recife, informou, nesta segunda (23), a suspensão da campanha de vacinação contra a gripe destinada a idosos. A administração municipal também anunciou que não vai mais fazer a entrega dos kits de merenda aos estudantes que estão sem aula por causa da pandemia do novo cornavírus. A distribuição da comida estava marcada para terça (24).

Segundo a prefeitura, a suspensão da campanha de imunização ocorreu por falta de insumos. A administração municipal alegou que “o lote com 16 mil doses enviado pelo Ministério da Saúde não foi suficiente para a grande procura”. Ainda não existe data para a campanha ser retomada, de acordo com o município.

No site, a prefeitura informou que “por conta do número insuficiente de doses que chegaram ao município, disponibilizadas pelo governo federal, e da alta procura pela vacina do H1N1, a saúde de Paulista irá interromper temporariamente a campanha de vacinação e aguardar que cheguem as doses do Ministério da Saúde. Assim que for restabelecido o abastecimento, serão divulgadas novas datas”.

Sobre os kits de merenda, a decisão foi tomada por causa da dificuldade que os fornecedores encontraram para comprar e embalar todos os produtos, em meio à pandemia do novo coronavírus, de acordo com a prefeitura. A distribuição de alimentos foi divulgada na segunda-feira (16).

Ainda de acordo com a prefeitura, não há data definida para o início da distribuição dos kits. A administração municipal informou, por meio de nota, que anunciará, em breve, nos canais oficiais, como e quando será feita a entrega.

Por causa do risco do novo coronavírus, a Secretaria de Educação informou que procurou evitar que os responsáveis pelos estudantes tenham que se deslocar até a unidade de ensino, a cada semana.

Por isso, a prefeitura resolveu entregar os kits merenda em formato de cesta básica, com itens que possam suprir a necessidade da família durante 30 dias. Atualmente, Paulista conta com 19 mil estudantes, distribuídos em 62 escolas.

Atendimento por telefone para orientar população
A Secretaria de Saúde de Paulista abriu mais um canal para conscientizar a população e esclarecer dúvidas sobre como proceder neste momento de combate ao contágio ao novo coronavírus.

Dois números foram disponibilizados para que as pessoas busquem informações e também se tranquilizem sobre a COVID-19: 9.9942-1490 ou o 9.9981-0792.

A princípio, a Secretaria de Saúde estará atendendo em horário comercial, das 8h às 17h, com pessoas treinadas para fornecer informações ou tirar dúvidas sobre o contágio.

Fonte: G1