Foram emitidos cinco mandados de prisão e outros nove de busca e apreensão para a operação Cerca Trova 2.

tráfico

A Polícia Civil desencadeou, nesta sexta-feira (28), uma nova fase da Operação Cerca Trova, que tem como alvo uma quadrilha ligada a tráfico de drogas no Grande Recife. Foram emitidos cinco mandados de prisão e outros nove de busca e apreensão pela Vara Criminal de Paulista. 

Cães foram utilizados para auxiliar na busca por entorpecentes. Durante o cumprimento de um dos mandados, foram encontrados pacotes de maconha prensada com um dos alvos. A quantidade ainda não foi informada, assim como não foi divulgado se há mandados de prisão para pessoas que já estão no sistema prisional.

A primeira fase da ação aconteceu em outubro de 2017 e tinha como alvo traficantes que atuavam no Janga, em Paulista. As investigações para a Cerca Trova 2 começaram em janeiro deste ano, sob responsabilidade do delegado Adyr Martens.

“A segunda fase dessa operação vem para arrematar as investigações e alcançar aqueles que não foram atingidos na primeira etapa. São pessoas contumazes no tráfico de drogas”, afirma o chefe da Polícia Civil, Joselito Kherle do Amaral.

Além de Paulista, os investigadores têm informações sobre atuação do grupo no Recife e Olinda. Um dos homens presos era considerado uma espécie de gerente do tráfico. “Ele está sendo ouvido. Ele era a pessoa que conseguia o entorpecente”, explica.

Ao todo, 50 policiais civis foram escalados para a operação, entre delegados, agentes e escrivães. O nome da ação vem do italiano e significa ‘procura e encontra’, segundo os investigadores.

Ações simultâneas
Esse é o segundo dia de operações contra tráfico de drogas na Região Metropolitana do Recife. Na quinta-feira (27), foram emitidos 33 mandados de prisão para cinco operações da Polícia Civil, que ocorreram simultaneamente.

Fonte: G1 Pernambuco

Comentários

comentários