Prefeitura de Paulista afirma que show de Anitta gerou benefícios à economia da cidade

Criticada nas redes sociais pela contratação da cantora Anitta por R$ 500 mil – sendo R$ 250 mil dos cofres municipais e R$ 250 mil de um patrocinador – para o Réveillon da cidade, a Prefeitura de Paulista defendeu a realização do show, afirmando que a apresentação “já está trazendo retornos positivos para o município”.

De acordo com a gestão municipal, a rede hoteleira da cidade está com 95% dos leitos ocupados. “O levantamento foi feito nos cinco maiores hotéis e pousadas da cidade, que somando dispõem de 270 leitos. A estimativa ainda é de que o evento gere renda de forma direta ou indireta para cerca de duas mil pessoas, fazendo circular pelo menos R$ 2,5 milhões de reais durante os dois eventos, Réveillon e Celebra Paulista, que acontece no dia 1º”, informou a Prefeitura de Paulista.

“Outra demonstração de que já tem grupos na cidade lucrando com a festa da virada é a oferta de alguns suvenires que foram produzidos e já estão sendo comercializados através das redes sociais, como taças e camisetas, utilizando a imagem do principal show do réveillon, com a cantora Anitta”, completou.

A expectativa do fluxo turístico é a melhor da última década no município, de acordo com a gestão municipal. Ao menos 100 mil pessoas são esperadas para receber 2020 na festa de Réveillon do Paulista. Além da cantora Anitta, estão confirmados, Jonas Esticado e a banda Amigas. O evento ocorrerá em dois polos, no palco principal montado na faixa de areia, nas proximidades do Armazém Acha Aqui, praia no Janga, e em um trio elétrico na Praça das Quatro Torres.

“Este evento está sendo tratado como um investimento e não como gasto. A expectativa é de que circule, em Paulista, durante a festividade, cinco ou seis vezes o valor do que está sendo investido pelo município”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Cultura de Paulista, Jorge Rocha.

Fonte: DP