No trailer de Glaucio Ramos tem todo tipo de paradidático. Professor está arrecadando mais livros para renovar acervo

Professor cria biblioteca itinerante para alunos da rede pública de Paulista

Um professor apaixonado por histórias, um trailer e livros. Vários livros. Tudo isso misturado no estacionamento de uma escola. Para Glaucio Ramos, professor da rede municipal de educação de Paulista, no Grande Recife, essa é a receita certa para despertar nas crianças o amor pela leitura e o anseio por um futuro melhor.

A relação dele com a leitura começou ainda jovem. Sua mãe, que só tinha estudado até o ensino fundamental I, lhe comprava gibis. Ele já gostava de ler, mas o “click”, como ele mesmo diz, surgiu depois que, no ensino fundamental, uma professora pediu que sua turma lesse o clássico Dom Casmurro, de Machado de Assis, publicado pela primeira vez em 1899. A partir dali, o encanto nasceu e Glaucio e os livros nunca mais se distanciaram.

Por entender a importância dos livros como agentes transformadores, o professor percebeu que essa experiência com a leitura não podia acabar nele. Em 2017, decidiu criar uma biblioteca itinerante, que leva os mais variados títulos até crianças e adolescentes das escolas municipais de Paulista, no Grande Recife. O projeto ganhou o nome de “Leitura na Esquina” e há dois anos vem, aos poucos, introduzindo os livros na rotina desses estudantes.

“Um livro é um universo que está fechado e que, a partir do momento que você o abre, passa a conhecer esse e tantos outros mundos. O livro transforma, desperta, enriquece você. Sua mente amplia a cada livro que você lê e, uma vez ampliada, a mente nunca volta ao tamanho original, já dizem por aí…”, registra, enquanto organiza os mais de três mil livros à espera de leitores.

Com um trailer adaptado, Glaucio leva os livros duas vezes por mês até uma das escolas participantes. Na primeira visita, os alunos podem escolher quais livros querem ler. O empréstimo é de 15 dias. Quando o prazo termina, o professor volta à escola para que os livros sejam devolvidos e outros títulos sejam escolhidos. A cada mês, uma nova escola é visitada.

“Eles adoram quando o trailer chega na escola. Nós temos nosso acervo, mas torna-se pouco. E a novidade do trailer chama muito a atenção deles, isso ajuda na hora de estimular. Todas as turmas pegam livros, dos menores aos maiores. E isso realmente transforma a realidade deles, porque envolve os pais, os avós…”, conta Débora Souza, vice-gestora da Escola Municipal Dr. Carlos Alves, em Maranguape I. Apesar de não ter uma biblioteca própria, a escola criou um canto para a leitura, onde os alunos podem ler os títulos emprestados por Glaucio.

Tem livro para todos os gostos e idades. Tem de terror, princesas, aventura, contos, fábulas e até cordel. São tantos que, entre os alunos, fica difícil escolher qual pegar. Para os pequenos, a viagem pelo mágico mundo da leitura já começa a partir do momento que sobem do trailer do “tio Glaucio”, como o chamam. “Eu adoro porque a gente imagina muito quando está lendo. Eu ainda não tinha visto o trailer, é muito bonito e tem vários livros legais. Estou muito animada”, disse a pequena Deborah Amorim, 8 anos, aluna do 2º ano do Ensino Fundamental da Escola Dr. Carlos Alves.

Arrecadação
Depois de muito rodar com sua biblioteca móvel, o professor, que também coordena as bibliotecas da rede municipal de Paulista, quer agora renovar o acervo de livros e criar espaços de leitura nas escolas. O primeiro passo será a arrecadação de novos títulos. São aceitos livros de literatura infantojuvenil. Quem tiver interesse em doar, pode entrar em contato com Glaucio pelo telefone 9.8727.0222.

Fonte: JC Online

Comentários

comentários