Mais um partido disposto a ter candidato à Prefeitura do Recife entrou na rota de conversas do PTB. Ontem, o presidente do PV estadual, Carlos Augusto Costa, reuniu-se com o dirigente petebista, senador Armando Monteiro Neto, e, novamente, o prefeito João da Costa foi criticado pela demora em procurar aliados. A tese das múltiplas candidaturas também voltou a ser defendida no encontro de ontem.

Carlos Augusto: "Estamos abertos ao diálogo".

“Nós temos opiniões convergentes sobre esse processo e aí eu destacaria alguns pontos. Nós entendemos que o Recife tem posição estratégica dentro desse processo em Pernambuco.

E, diante disso e de certas dificuldades que observamos hoje na candidatura de João da Costa, nós entendemos que devemos buscar alternativas, sem que isso signifique nenhum veto”, declarou o senador. Ele disse que não há, por parte dos demais partidos, rejeição ao prefeito, mas que é preciso buscar outra alternativa.

Para Carlos Augusto, é preciso que o diálogo seja retomado o mais rápido possível. “Existe um vácuo, especialmente em relação a que caminhos as forças que estão ao lado do governador Eduardo Campos (PSB) vão seguir, nas eleições. Estamos à disposição para sentar à mesa e discutir, temos quatro pré-candidatos, mas isso não impede um processo de buscar outro caminho”, afirmou o dirigente verde.

Segundo ele, a expectativa era de que a discussão sobre o processo sucessório no Recife fosse feita, prioritariamente, dentro do PT, mas como não aconteceu, os demais partidos decidiram se mobilizar. “Seria natural que o processo se desse primeiro no PT, se seria a reeleição de João da Costa ou a proposição de outro nome. Como não está tendo, o processo natural é se caminhar, continuar avançando”, sublinhou.

O verde, no entanto, disse que o partido está aberto ao diálogo com o prefeito. “Precisa ter vontade e iniciativa. Eu já coloquei várias vezes que estou à disposição, estamos abertos ao diálogo. Já conversei com PDT e com Pedro Eugênio (presidente estadual do PT)”, citou.

Fonte: Blog da Folha

Comentários

comentários