Sete da manhã e mais de 150 pessoas estão lá dentro à procura de uma vaga de emprego. O problema é que a agência do trabalho de Paulista não oferece muito conforto. 

Fonte: NE1

Comentários

comentários