Urubu é resgatado ferido no bairro do Janga

Um chamado inusitado surpreendeu a equipe do Núcleo de Sustentabilidade Urbana da Secretaria Executiva de Meio Ambiente do Paulista. Na tarde da quinta-feira (26), um morador do Janga acionou a equipe pelo aplicativo Paulista Conectada para resgatar um urubu-de-cabeça-preta, uma espécie da família Cathartidae, pertencente ao grupo dos abutres do Novo Mundo.

De acordo com a equipe, a ave foi encontrada, na casa do morador, com uma fratura grave na asa. Os técnicos realizaram todo o procedimento e o animal foi conduzido em segurança ao Centro de Triagem de Animais Silvestres. (CETAS), na Guabiraba, no Recife, onde passará por uma avaliação clínica e posteriormente a será inserida na natureza.

Segundo Herbert Andrade, gestor ambiental da Secretaria de Desenvolvimento Urbano, Habitação e Meio Ambiente do município, não é muito comum esse tipo de resgate. “Por ser uma ave de rapina, o urubu não é de ficar em área urbana, mas nesse caso ele procurou abrigo porque estava ferido.”

Caso você encontre algum animal silvestre em área urbana, entre em contato com a equipe do Núcleo de Fiscalização Ambiental, através do telefone 3433-1311, de segunda a sexta, ligando para o 153, da guarda municipal, ou se dirigindo até o Centro Administrativo da prefeitura, que fica localizada na Av. Prefeito Geraldo Pinho Alves, 222, em Maranguape I (antiga Av. Brasil) ou através do aplicativo Paulista Conectada.

Os urubus têm uma importância imprescindível na natureza, eles contribuem para a manutenção e limpeza do Meio-Ambiente, eliminando em até 95% carcaças e ossos dos animais mortos. Dessa forma, eles ajudam na prevenção da propagação de doenças, evitando a exposição dos cadáveres dos animais no meio ambiente e consequentemente, a multiplicação de microrganismos que podem contaminar e causar doenças aos seres vivos.

Fonte: DP

Comentários

comentários