Ex-prefeito avisa que esse é o último mandato que disputará

Ex-prefeito avisa que esse é o último mandato que disputará

Ele já completou 26 anos exercendo mandatos de prefeito de três cidades: Igarassu, Itapissuma e Paulista. Agora, pretende voltar a comandar o executivo municipal para fechar essa conta em 30 anos. O primeiro passo ele deu na última segunda-feira: transferiu o título de eleitor para Paulista. O segundo é deixar o atual partido, o PSB.

Aos 71 anos, Yves Ribeiro registra que integra as hostes socialistas há quase 40 anos, que foi candidato a deputado estadual, a pedido de Eduardo Campos, para ajudar a eleição de Paulo Câmara. “Só fui por isso, para ampliar trabalho dele no Litoral Norte de Pernambuco”, recorda.

Prestes a trocar de legenda, teve conversas com o presidente estadual do partido, Sileno Guedes, com o chefe de gabinete do governador, Milton Coelho, e com o secretário Aluisio Lessa. Segundo Yves, Sileno disse a ele que “o MDB poderia ser (uma alternativa), porque era partido aliado”. Mas pondera: “Também não vejo muito ganho nisso, porque o próprio Júnior Matuto foi candidato a presidente contra Sileno Guedes e o governador, na época, em Brasília, disse que ele era candidato contra o governador”. Emenda que Júnior Matuto “não votou na chapa completa” em 2018. E adiciona: “Ele votou em Mendoncinha, eu votei na chapa do partido”.

Yves contabiliza os convites que recebeu: de André de Paula (PSD), de Luciana Santos (PCdoB), de Jarbas Vasconcelos e de Raul Henry (MDB). Anota ainda que, no último domingo, recebeu ligação do senador Fernando Bezerra Coelho, solicitando uma conversa com ele. Foi, então, à residência de FBC. Recorda que iniciou a vida política no MDB. “Disse, até brincando, a Raul Henry: ‘Ninguém se perde no caminho da volta””.

Com uma eleição de 2º turno à vista em Paulista, a hipótese de Yves Ribeiro ser candidato da base não está descartada. Mas não há um acordo ainda no Palácio das Princesas sobre isso. Se não crava o partido para o qual atravessará, Yves já bateu o martelo na data da filiação: será em 28 de novembro. Até lá, pode alinhar os planos com o PSB. Ou não. De antemão, ele avisa que esse é o último mandato que vai disputar.

Fonte: FolhaPE

Comentários

comentários