As equipes Nano Bit e Nano 13 se classificaram na disputa que ocorreu em Fortaleza

A Escola Estadual Escritor José de Alencar, localizada em Paulista, trouxe títulos, experiências e muitas novidades da etapa nacional da Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR). As equipes Nano Bit e Nano 13, formadas por dois e três alunos respectivamente, participaram da categoria Rescue A e se classificaram em 3º e 8º lugar, respectivamente. A fase, disputada em Fortaleza, ocorreu nos últimos dias 19 e 20 de outubro.

Na competição, que contou com a participação de estudantes de todo Brasil, o quesito avaliado era o desempenho dos protótipos em situações emergenciais de salvamento. Criado pelos competidores, os robôs, com função de bombeiros, tinham que realizar da melhor maneira possível, o resgate de uma vítima. Na disputa, o sistema da Lego foi utilizado pelas equipes da escola que percorreram um percurso composto por salas, rampa e corredor.

Para o gestor da instituição, José de Almeida Cordeiro, a experiência serviu de intercâmbio escolar para os estudantes que participaram do projeto. “Eles tiveram a oportunidade de conviver com outras escolas e perceber que a determinação é fundamental para alcançar aquilo que se espera”, destaca o gestor.

Vinícius Luan, 16 anos, da Nano 13, ressalta que apesar de ter sido o primeiro ano em que participou da competição, o resultado foi bem positivo. “É a nossa primeira vez nesse evento. Foi muito bom podermos nos deparar com tantas ideias diferentes. Vimos muitas formas de montagem e programação”, analisou o jovem, acrescentando que pretende participar da Olimpíada nas próximas edições.

Segundo o estudante de 16 anos, João Vitor, também da Nano 13, a viagem foi uma oportunidade de absorver novos conhecimentos. “Algumas equipes tinham um conhecimento bem maior que a gente. Apesar de serem nossas concorrentes, conseguimos estudar várias criações e trouxemos muitas ideias de lá”, destacou o jovem.

Carlos Muniz, professor de matemática que acompanhou os alunos na viagem, observou a importância da OBR e as consequências que ela trouxe aos alunos da Escola Escritor José de Alencar. “Eles se empenharam bastante nesta fase e observaram o comportamento de outras criações para que aquilo pudesse ser repassado para nossa escola”, declarou, informando que novas equipes já estão sendo pensadas para a etapa estadual do próximo ano.

Organizado pela Sociedade Brasileira de Robótica (SBR), a OBR fez parte da Robotics Trends 2013, e contou com a presença de 1,5 mil estudantes de todo o país.

Fonte: Governo de PE