O socialista Júnior Matuto é uma das gratas surpresas desta nova safra de gestores. Tem tomado ações efetivas para melhorar a vida da população. Tudo isto sem reclamar muito de herança bendita ou maldita.

Nesta sexta-feira, a Prefeitura do Paulista deu início as obras de contenção do avanço do mar no bairro de Pau Amarelo.

Diferentemente do prefeito de Jaboatão, Elias Gomes, do PSDB, o município controlado pelo PSB optou pela utilização da técnica Bagwall para promover a recomposição da área degrada pela força das águas e devolver a praia aos banhistas. A estratégia, que consiste numa engorda natural, vai contemplar uma faixa de dois quilômetros de extensão de praia.

O trabalho começou pela Rua Nossa Senhora Aparecida, nas proximidades do Forte, e se estenderá até a Rua Malta, no limite com o bairro de Nossa Senhora do Ó.

O investimento, oriundo de uma parceria com o Ministério da Integração Nacional, é de R$ 14,3 milhões e as atividades estão programadas para ocorrer num prazo de seis meses. como Elias, está sendo ajudado pelo minsitro Fernando Bezerra Coelho, um dos candidatos a governador no próximo ano.

Fernando Bezerra Coelho considerou a intervenção adequada. “Ela faz a proteção da praia com sacos de concreto e não agride o ambiente”, declarou.

O serviço inicialmente será concentrado num trecho de 700 metros de extensão.

Nesse primeiro momento as secretaria de Meio Ambiente e de Infraestrutura prevêem a aplicação de um montante financeiro em torno de R$ 4,8 milhões.

Para propiciar a execução da obra, a prefeitura foi obrigada a realizar algumas intervenções prévias. Os muros das residências, construídos além dos limites da avenida da orla, tiveram de ser removidos.

Entendimentos também ocorreram com os poucos comerciantes que ainda negociavam no setor degradado. Eles posteriormente serão devidamente reordenados com o fim das obras.

De acordo com o coordenador da obra e secretário de Meio Ambiente do Paulista, Fábio Barros, os trabalhos devem durar seis meses.

“A obra, sem pedras, é ambientalmente mais correta porque evita o acúmulo de ratos e baratas, além de permitir o acesso aos banhistas através dessa escadaria, criada pela arquibancada”.

Fábio Barros também disse que objetivo é conter o mar, mas existe a expectativa de que haja uma engorda natural da praia. “O uso de bagwall teve esse resultado em outros cinco pontos onde foi aplicado nos estados de Alagoas e do Ceará”, conta o secretário.

Paulista é o segundo município pernambucano beneficiado com investimentos do Ministério da Integração Nacional para combate à erosão marinha. Em Jaboatão dos Guararapes, as obras recuperaram dois quilômetros do litoral em fase avançada e tem plano de intervenção em 5,8 quilômetros de faixa de areia.

Fonte: Blog de Jamildo (JC)