Arnaldo Jabor afirmou que Carlinhos Cachoeira, além do flagrante e adultério entre a coisa pública e privada que ele é, serve até de detetive particular. Para ele, o bicheiro vai virar um serviço público e evoluiu da corrupção para a fofoca.

Fonte: Jornal da Globo