Pré-candidatos reclamaram da falta de políticas públicas

QUATRO prefeituráveis participaram do Cidade Debate
QUATRO prefeituráveis participaram do Cidade Debate

O Cidade Debate recebeu, ontem, em Olinda, quatro prefeituráveis para discutir questões ligadas à mobilidade, saúde, turismo, segurança e infraestrutura. Cada pré-candidato teve 15 minutos para apresentar suas propostas de governo, e, no final, responderam as perguntas feitas pela população. O evento, realizado no auditório da TV Nova, no bairro de Ouro Preto, contou com a presença de 50 pessoas.

O presidente municipal do PMN, André Luiz Farias, o Alf, foi o primeiro a se pronunciar e aproveitou seu tempo para criticar a gestão do prefeito Renildo Calheiros (PCdoB), que não compareceu ao debate. “Olinda não aguenta uma noite de chuva, o gestor faz propaganda enganosa. Os recursos do PAC1 não foram aplicados devidamente e não conseguimos acompanhar o desenvolvimento do Estado”, ressaltou Alf.

Para o deputado estadual Ricardo Costa (PTC), a educação é um setor estagnado no município. “Temos que ter a educação como princípio básico. Entra e sai gestão e nenhuma escola foi construída. E não é por falta de incentivo do governo do Estado, que está reformando escolas estaduais e construindo outras. Na área de mobilidade, por exemplo, os ciclistas foram esquecidos. Precisamos construir ciclovias seguras e funcionais”, pontuou Costa.

O pré-candidato Armando Sérgio (DEM) também marcou presença e falou sobre a falta de incentivo profissional. “Os empregos que são gerados, são conquistados por profissionais do Sul, e a população local deixa de ter oportunidades por não encontrarem capacitação necessária para entrar no mercado de trabalho bem preparada”, afirmou o democrata. Para encerrar o ciclo de debates, a advoga Izabel Urquiza abordou a saúde pública. “Precisamos melhorar os atendimentos nas UPAs que ficam sobrecarregadas e sem capacidade de atendimento. Temos que trabalhar para o enxugamento da máquina, que fica comprometida apenas com os cargos comissionados. Não adianta só fazer obras e esquecer dos cuidados com a população”, disse Urquiza.

ALIANÇA
No encontro, o presidente municipal do PMN em Olinda, antecipou que vai almoçar, hoje, com o presidente municipal do PDT, Antônio Regueira, e o líder do partido pedetista na Câmara, o vereador Alexandre Maranhão. O encontro será para discutir um possível apoio do PDT, que era da base aliada do prefeito Renildo Calheiros. “A intenção dessa conversa é estabelecermos uma aliança. Antônio tem interesse em indicar um nome para a vice-liderança em nossa chapa, mas vamos avaliar com calma sem atropelar outros partidos que compactuam do mesmo desejo”, afirmou.

Fonte: FolhaPE