Nos sete meses desde que assumiu a Prefeitura de Paulista, o prefeito Junior Matuto já trocou 139 pessoas do quadro funcional. Segundo ele, as mudanças são motivadas pela falta de comprometimento com o serviço público. Segundo a Prefeitura, essas pessoas não cumpriam plantões e não concluíam a carga horária de trabalho.

Junior Matuto também teria percebido uma irregularidade na entrega de medicamentos nas farmácias dos postos de saúde do município. Por causa disso, o município deve contratar um sistema de logística. A empresa deve fiscalizar a distribuição dos remédios desde a sua chegada na Central de Abastecimento Farmacêutico (CAF) até a entrega ao usuário.

Além disso, a Prefeitura deve oferecer um serviço chamado de “Cesta Básica da Saúde”. Pessoas hipertensas, diabéticas ou que usam remédios controlados, receberiam os medicamentos em domicílio.

Fonte: Blog de Jamildo (JC)