Sem tempo para preparar seu tradicional cozido, o senador Jarbas Vasconcelos acabou oferecendo um almoço de cardápio variado ao colega paulista Aloysio Nunes, líder do PSDB no Senado e que pode ser o vice de Aécio Neves na disputa presidencial. O paulista estava no Recife desde a semana passada, quando conheceu a coleção de arte popular de Jarbas. Assim como o anfitrião, Nunes é um crítico contumaz do PT e do governo Dilma.

Eduardo Campos com Daniel Coelho e o pai, João Coelho, e Zinho Correia
Eduardo Campos com Daniel Coelho e o pai, João Coelho, e Zinho Correia

O menu, que teve de feijoada a dobradinha, pernil e cabidela, foi na casa de praia de Jarbas no Janga e acabou se estendendo até o jantar. Como antecipamos ontem no blog, o governador e presidenciável Eduardo Campos apareceu por lá, acompanhado do presidente do PSB de Pernambuco, Sileno Guedes.

Aloysio Nunes, Eduardo Campos, Jarbas Vasconcelos e Elias Gomes

Eduardo estava tão à vontade que chegou às 14h30 e só saiu de lá por volta das 22h. A primeira-dama, Renata Campos, não compareceu. Já com quase nove meses, tem evitado sair. O governador, com sorriso estampado, foi até a mesa do deputado estadual Daniel Coelho (PSDB), seu opositor mais resistente no estado. Na foto acima, o governador cumprimenta Zinho Correia, grande amigo de Jarbas e dono do Mourisco.

A lista de convidados foi restrita, mas havia muitos rostos conhecidos. Por lá, Raul Henry, Mendonça Filho, Elias Gomes, Betinho Gomes, Murilo Cavalcanti, Roberto Pandolfi, o artista plástico João Câmara, Renato Cunha, Severino Mendonça… O diretor do bloco Siri na Lata, Ricardo Carvalho, aproveitou e convidou Aloysio Nunes para vir brincar a prévia do bloco e deu uma camisa do Siri de presente ao senador.

Fonte: João Alberto Blog