O NETV voltou mais uma vez ao loteamento Nossa Senhora de Fátima. Essa é a oitava reportagem no local. A reclamação mais comum dos moradores é que, quando chove, as casa são invadidas pela água; quando não chove, os muitos buracos existentes dificultam a saída e chegada a suas casas.

Muita lama e água suja fazem parte do ambiente dos moradores do loteamento. Moradores entrevistados dizem morar por lá há cerca de oito anos e nunca viram qualquer melhoria.

Motoristas reclamam dos prejuízos com seus veículos resultantes do terreno acidentado.

O lixo muitas vezes não é recolhido e agentes de saúde sofrem com o difícil acesso.

Por lá se fala em muitas perdas. Perda de aulas, móveis e trabalho.

A reportagem procurou a prefeitura e foi recebida pelo secretário do meio ambiente, Fábio Barros. Em relação à limpeza das ruas e do canal, ele marcou no calendário uma solução para 4 de Agosto. Já em relação ao calçamento das ruas o secretário explicou que o serviço não pode ser feito porque a ocupação dos moradores é irregular. A área onde eles estão é de mangue, considerada de preservação permanente.

A área onde eles estão é de mangue, considerada de preservação permanente.

Fonte: Editor40 (com informações do NETV)