Arnaldo Jabor afirmou que, se o promotor do caso Celso Daniel estiver certo, houve dois crimes. Um deles seria que o prefeito aceitava o desvio de dinheiro público para a campanha do PT. O outro seria a morte dele por ter interrompido o esquema.

Fonte: Jornal da Globo