Polícia diz que, após matar a ex, ele bebeu água sanitária e pediu socorro. Vítima tinha 26 anos e foi morta por esganadura segundo delegado.

Uma mulher de 26 anos foi morta em um motel localizado na rodovia PE-22, em Paulista, na madrugada deste domingo (8). O suspeito do crime, segundo a polícia, é um homem de 37 anos com quem a vítima havia sido casada, mas de quem estava separada há cerca de três meses – eles tinham uma filha de quatro anos.

A mulher foi morta por esganadura, ou seja, o agressor usou as mãos para asfixiá-la. Depois de cometer o crime, conforme contou o delegado, o homem bebeu água sanitária e pediu ajuda à recepção do motel porque estava passando mal. Ele foi levado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Jardim Paulista e já recebeu alta médica.

O casal havia dado entrada no motel às 2h30. O delegado Humberto Farias Ramos disse que ainda não sabe a motivação do crime – está aguardando o suspeito chegar ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) para interrogá-lo.

Fonte: G1 Pernambuco