A taxa de desocupação no Recife foi de 7,6% em julho, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), um índice maior que a média nacional, de 5,6%. Em busca de uma colocação no mercado, aproximadamente 800 desempregados em Pernambuco procuram diariamente unidades da Agência do Trabalho em vários municípios. Além do cadastro para vagas, algumas delas, como a unidade do bairro da Boa Vista, na capital, oferecem requerimento do seguro-desemprego e emissão da carteira de trabalho, entre outros serviços.

Centenas de pessoas procuram a unidade da Boa Vista diariamente em busca de uma vaga
Centenas de pessoas procuram a unidade da Boa Vista diariamente em busca de uma vaga

O primeiro passo para se candidatar a uma das vagas na Agência do Trabalho é fazer o cadastro, que funciona como um currículo, com informações pessoais e profissionais. Os dados podem ser incluídos no sistema pessoalmente, em uma das unidades no Estado, e pelo site http://maisemprego.mte.gov.br, por onde o trabalhador também poderá acompanhar a disponibilidade de vagas para a função que deseja a qualquer hora. O processo é gratuito para os trabalhadores e as empresas.

A lista completa das agências está disponível no site da Agência do Trabalho
A lista completa das agências está disponível no site da Agência do Trabalho

Os candidatos devem ter idade mínima de 16 anos – os que tiverem entre 14 e 16 anos têm oportunidade através do Jovem Aprendiz – e apresentar os documentos de identificação nas agências. Saiba o que levar:

CPF
Carteira de identidade
Carteira de Trabalho e Previdência Social (CPTS)
PIS/PASEP/NIS/NIT
Endereço completo com CEP
Documentos que comprovem as experiências profissionais

Depois do cadastro, o sistema online cruza os dados do candidato e da empresa para encontrar as vagas mais adequadas aos perfis. Quando elas são encontradas, os trabalhadores recebem a carta de encaminhamento para o processo seletivo da empresa. Antes, os pré-requisitos da empresa, como a necessidade de experiência prévia, são analisados em pré-seleção feita nas agências. As entrevistas também podem ser feitas em salas disponibilizadas dentro das próprias agências.

A agência da Rua da Aurora é a principal no Estado e recebe entre 800 e mil pessoas por dia
A agência da Rua da Aurora é a principal no Estado e recebe entre 800 e mil pessoas por dia

De acordo com o gerente geral de Trabalho da agência, Celso Miranda, a maior parte das vagas no Grande Recife é para pessoas que já concluíram o ensino médio. As áreas de trabalho com maior número de vagas dependem da região e do período do ano. Os trabalhadores das áreas de comércio e serviços geralmente têm mais oportunidades na capital pernambucana, enquanto aqueles da construção civil podem encontrar mais vagas em Goiana, na Zona da Mata, e os da indústria em Suape, na Região Metropolitana.

Os dias de maior movimento nas agências para o cadastro e a busca pelas vagas são segunda, terça e quarta-feira. “Os trabalhadores geralmente aproveitam o início do ano ou da semana para procurar o emprego, uma vida nova. Enquanto dezembro é um mês muito fraco, a partir da segunda semana de janeiro, o movimento é o maior do ano”, explica Celso Miranda.

Esta segunda-feira (26) foi a terceira consecutiva em que o desempregado Onildo Fernando da Silva, de 45 anos, esteve na principal unidade da Agência do Trabalho, a que fica na Rua da Aurora, no bairro do Boa Vista, no Centro do Recife. Depois de 25 anos morando em São Paulo, ele resolveu pedir demissão do cargo de conferente de loja que já ocupava havia quatro anos e voltar para a cidade onde cresceu para cuidar do pai, que está doente. “Como estou precisando de um emprego, não tenho exigências sobre a função. Pode ser qualquer coisa. Já trabalhei com logística, manipulação de alimentos e várias outras coisas”, diz.

Onildo afirma que, em comparação com a de São Paulo, a de Pernambuco tem o atedimento bom, porém ainda não tem a participação de tantas empresas. O número não foi divulgado pelo órgão
Onildo afirma que, em comparação com a de São Paulo, a de Pernambuco tem o atendimento bom, porém ainda não tem a participação de tantas empresas. O número não foi divulgado pelo órgão

Embora a falta de foco sobre a função seja característica de Onildo e outras pessoas que buscam um emprego na Agência do Trabalho, de acordo com Celso Miranda, a área desejada é uma das principais características que devem estar no currículo. Além disso, segundo o gerente geral de Trabalho, o texto deve ser direto e objetivo e incluir as principais experiências profissionais e de qualificação no currículo, informando como o trabalhador pode colaborar com a empresa.

Aos 27 anos, Catarina dos Santos ainda está à procura do seu primeiro emprego. A recifense não conseguiu ainda concluir o ensino médio e nunca fez cursos de qualificação profissional, porém tem o sonho de fazer um curso técnico em enfermagem. “Venho aqui desde os 18 anos e sempre tento distribuir currículos nas lojas do Centro. O problema é que ninguém dá oportunidade para quem não tem experiência, mas como vou ter experiência sem alguém me dar um trabalho?”, lamenta. Da mesma forma que Onildo, Catarina busca emprego em qualquer função.

Vanessa Nascimento, 21, e Catarina dos Santos, 27, costumam ir à agência nas segundas em busca de uma vaga no Recife
Vanessa Nascimento, 21, e Catarina dos Santos, 27, costumam ir à agência nas segundas em busca de uma vaga no Recife

Para Celso Miranda, outras atitudes podem aumentar as chances de empregabilidade. “O trabalho é um ambiente que requer formalidade e os patrões, em geral, buscam alguém para representar a empresa. A recomendação é que a linguagem seja mais polida na entrevista. As mulheres devem ir com roupas mais compostas, evitando saias curtas, e os homens, usando calça comprida e camisas.”

ORIENTAÇÃO PROFISSIONAL – Todas as agências do Estado devem contar com psicólogos para dar orientação profissional a quem procurar. Além disso, a Agência do Trabalho da Boa Vista tem palestras nas sextas em dois horários, às 10h e às 15h. O agendamento é feito por email, através do [email protected] ou pelo telefone (81) 3183.7037.

SEGURO-DESEMPREGO – Os trabalhadores também podem ir às agências para fazer o requerimento do seguro-desemprego. Quem for demitido sem justa causa e comprovar ter recebido salários consecutivos no último semestre, ter trabalhado pelo menos seis meses nos últimos três anos, não receber outros benefícios da Previdência Social e não possuir renda própria. Para mais informações, os interessados devem entrar em contato com a unidade mais próxima.

EMISSÃO DE DOCUMENTOS – As carteiras de trabalho e previdência social e de identidade podem ser solicitadas nas agências. Para o documento do trabalhador, são necessários uma foto tamanho 3×4 com fundo branco e em papel fosco e uma certidão de nascimento, casamento, carteira de identidade ou certificado de reservista. No caso do RG, disponível apenas em algumas agências, são necessárias duas fotos 3×4 e original e cópia de certidão de nascimento ou casamento.

Fonte: NE10