Quase dois mil moradores do Paulista que recebem os recursos do Programa Bolsa Família precisam realizar o recadastramento obrigatório até o mês de dezembro para não ter o benefício bloqueado. A atualização de dados no sistema CadÚnico deve ser feita a cada dois anos, como forma de garantir a permanência na relação de usuários do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. A medida serve para identificar se o perfil socioeconômico dos beneficiários continua obedecendo aos critérios necessários à transferência dos recursos.

Para evitar o bloqueio do Bolsa Família, os paulistenses devem se dirigir ao Centro de Referência da Assistência Social – CRAS mais próximo da residência, portando os seguintes documentos originais: RG, CPF, título de eleitor, carteira de trabalho, comprovante de residência, certidão de casamento e de nascimento dos filhos, além de declaração escolar. A documentação solicitada deve contemplar todos os membros da família. O atendimento acontece de segunda à quinta-feira, das 7h às 13h, nos cinco CRAS existentes na cidade.

Caso o procedimento não seja realizado, o benefício será cancelado. O contingente do Paulista que necessita realizar a revisão cadastral, composta por 1.908 famílias, já está sendo informada sobre o fato, por meio de um comunicado específico nos comprovantes de saque disponibilizados nas agências bancárias vinculadas à Caixa Econômica. Informações pelo fone da Secretaria de Políticas Sociais, Esportes e Juventude do Paulista: 3437.2319. O atendimento acontece das 07h30 às 13h30.

Fonte: Prefeitura do Paulista