O fim da obra de requalificação da orla do Janga, em Paulista, está previsto para o mês de setembro. Entretanto, antes mesmo das intervenções serem concluídas, a população das praias já voltou a usufruir dos trechos finalizados do novo calçadão. Todos os dias pela manhã e no final de tarde o público se reúne na local para praticar exercícios. O passeio reformado conta com uma estrutura de tijolos intertravados, que garante mais resistência do calçadão.

A reforma da orla do Janga também beneficiou os usuários do Programa Saúde em Movimento, que atende pessoas da terceira idade do Paulista. Após a obra, as atividades físicas puderam retornar ao calçadão, o que antes não era possível por causa da degradação causada pelo avanço do mar. A retomada desta área de lazer dos paulistenses é uma das principais metas da nova gestão do município.

A requalificação dos trechos mais críticos da orla do Janga custou cerca de R$ 700 mil e está dentro do pacote que implantou um sistema de contenção da erosão costeira. As intervenções na região começaram em setembro de 2013, com o início do primeiro dos quatro trechos de construção do Bagwall (parede de sacos), técnica americana usada em estados como Alagoas e Ceará.

A proposta consiste na montagem de um paredão em formato de arquibancada constituída de sacos biodegradáveis cheios de concreto. A obra como um todo custou R$ 14 milhões, provenientes de parceiras da Prefeitura do Paulista com o Governo Federal.

Fonte: Prefeitura do Paulista