Em atenção ao leitor Célio Cruz, autor de carta publicada quarta-feira passada (29/01) nesta página, comentando a placa da obra na orla do Janga, a Prefeitura do Paulista esclarece que o texto usado para identificar a intervenção na área costeira do bairro segue a legislação estabelecida pelo Governo Federal.

O conteúdo técnico diz respeito ao objeto do contrato assinado com o Ministério da Integração Nacional, que indica a execução da obra de contenção do avanço do mar com o emprego da técnica norte-americana Bagwall (sacos biodegradáveis preenchidos com concreto em forma de arquibancada que dissipa a força das ondas). Neste serviço, a Prefeitura do Paulista protege a área degradada pela força das ondas, colocando um ponto final à erosão provocada pela natureza. Ao todo, cinco pontos considerados críticos serão protegidos ao longo dos próximos meses. Até o momento, a obra já foi concluída em dois trechos.

Assessoria de Imprensa.

Fonte: Folha do Leitor (FolhaPE)