Em resposta à nota sob o título “Presidente do PT de Paulista contesta o deputado Sérgio Leite” :

O presidente do PT de Paulista, Nickson Monteiro, esclarece que Vladmir Quirino não faz parte do diretório municipal do partido desde o dia de 22 de maio de 2013 e se coloca de uma forma oportunista e irresponsável. Quirino não tem nenhuma legitimidade para se pronunciar a respoeito do PT de Paulista porque sequer participa de uma tendência política, tendo perdido o cargo que ocupou de vice-presidente depois de ser excluída da própria chapa Construindo um Novo Paulista e tendo sido excluído da CNB (Construindo um Novo Brasil) em Paulista.

Os petistas Fábio Barros e Wladimir Quirino, respectivamente secretário e secretário adjunto da pasta de Meio Ambiente municipal de Paulista, acompanham, na manhã da sexta-feira passada (28/06), o anúncio oficial do Partido dos Trabalhadores (PT) do resultado da Resolução 001/2013, que determina a entrega por parte dos filiados do PT de Paulista dos cargos comissionados exercidos na Prefeitura da cidade. A decisão foi aprovada com 18 votos, em reunião do Diretório do Partido dos Trabalhadores de Paulista, realizada na noite desta quarta-feira (26) e convocada pela unanimidade da direção executiva no último dia 17 de junho. A Resolução aprovada declara que o PT de PAULISTA é OPOSIÇÃO ao Governo Municipal, e determina aos filiados que possuem cargo comissionado naquela instituição a entrega dos cargos em um prazo de 30 (trinta) dias, contados a partir deste 26 de junho de 2013.

Fonte: Nickson Monteiro (via e-mail)