Os servidores municipais de Paulista ameaçam entrar em greve por tempo indeterminado, a partir desta terça-feira (10). O sindicato da categoria acusa a gestão do prefeito Yves Ribeiro (PSB) de descaso, por não apresentar resposta à pauta de reivindicações, encaminhada desde o dia 15 de março. Além disso, os funcionários reclamam que houve descumprimento da lei 4.28/2012, aprovada em 23 de fevereiro deste ano, referente à Gratificação de Atividade de Trânsito (GAT) com percentual de 40% para os agentes de trânsito.

“Vamos realizar duas assembleias na terça-feira com o objetivo de avaliar os rumos da campanha salarial, que até agora não andou por culpa exclusiva da prefeitura. Está complicado encontrar o prefeito Yves Ribeiro na cidade”, reclamou o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais do Paulista (Sinsempa), Genivaldo Ribeiro. Ele afirmou ainda a proposta de greve por tempo indeterminado não está descartada pelo movimento dos servidores, mas tudo vai depender do posicionamento do governo municipal.

Fonte: Blog da Folha