Na próxima terça-feira (10), os servidores municipais de Paulista ameaçam entrar em greve por tempo indeterminado. O sindicato da categoria acusa a gestão municipal de descaso, por não apresentar resposta à Pauta de Reivindicações encaminhada desde o dia 15 de março passado.

Os servidores acusam a gestão de descumprimento da lei 4.28/2012, aprovada em 23 de fevereiro deste ano, referente à Gratificação de Atividade de Trânsito (GAT) com percentual de 40% para os agentes de trânsito. “Vamos realizar duas assembleias com objetivo de avaliar os rumos da campanha salarial que até agora não andou por culpa exclusiva da Prefeitura. Está complicado encontrar o prefeito Yves Ribeiro na cidade”, frisou o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais do Paulista (Sinsempa), Genivaldo Ribeiro.

Ele afirmou ainda a proposta de greve por tempo indeterminado não está descartada pelo movimento dos servidores, mas tudo vai depender do posicionamento do governo municipal.

Fonte: Blog da Folha