Assembleia GeralOs servidores municipais de Paulista vão realizar uma paralisação de 24 horas na próxima terça-feira. A decisão foi tomada ontem, durante uma assembleia geral dos trabalhadores que aconteceu no Centro de Atividades e Eventos, no bairro do Nobre. Segundo a diretora do Sindicato dos Servidores Municipais de Paulista (Sinsempa), Carolina Rego, a pauta de reivindicações, que contém 141 itens, foi entregue à administração do município na semana passada.

“Queremos uma reposição salarial de 30%. Também estamos batalhando pela reformulação das leis previdenciárias, um pleito antigo nosso, para que os funcionários possam incorporar as gratificações à aposentadoria, e o aumento da idade dos dependentes de 14 anos para 21 anos, para que possamos receber o salário família por mais tempo”, disse.

De acordo com Carolina, a Prefeitura até o momento não se manifestou sobre a pauta recebida. “Diante disso, resolvemos fazer uma manifestação para pressionar”, afirmou. Os trabalhadores vão se reunir no Centro de Atividades e Eventos às 8h da terça-feira, de onde vão sair em passeata até a sede da Prefeitura, no Centro. “Temos pouco tempo por causa do ano eleitoral, então estamos tentando resolver isso o mais rápido possível. Queremos chegar a um acordo sem greve, mas não descartamos essa possibilidade caso se faça necessário”.

Segundo o secretário de Administração interino de Paulista, Adeildo Cadena, as reivindicações ainda estão sendo avaliadas. “Estamos aguardando o retorno do prefeito Yves Ribeiro, que está em Brasília, para discutirmos melhor o assunto”, falou. O município conta com 12 mil servidores.

Fonte: FolhaPE