Terezinha Nunes (PSDB)Caro amigo Valdecarlos, ontem não retornei sua ligação porque estava adoentada mas sobre o que você postou hoje faço as seguintes considerações:

“Gostaria muito de saber o nome da “fonte tucana” por você citada na matéria. Ninguém no PSDB ou em qualquer outro partido, evidentemente, fala por mim. Não é verdade que não estou tendo o apoio do partido e sobretudo do deputado federal Sérgio Guerra. Foi ele que me incentivou a disputar em Olinda. Se por acaso tiver que adiar o meu projeto, mas isto não está em cogitação, o farei não por falta de apoio do PSDB mas por não ter reunido as condições políticas necessárias a uma campanha majoritária, o que, sem dúvida, conseguirei em um ambiente político mais tranquilo.

Terezinha Nunes pode jogar a toalha em Olinda

No momento as oposições estão carecendo de entendimento, diálogo, para resolver as mínimas questões. Espero que os maiores líderes, as pessoas que tem a real condição de conduzir o processo político, deixem de lado questões pessoais, pensem no coletivo, e atuem politicamente no sentido de nos garantir as esperadas vitórias em 2012. Se assim não o fizerem serão, sem dúvida, cobrados no devido tempo”.

Terezinha Nunes (PSDB)

Fonte: Blog da Folha